Roberto Costa 15 789

Roberto Costa 15 789

26/11/2013

Acidente entre micro-ônibus e carreta mata pelo menos 14 pessoas no Norte de Minas


O veículo do Serviço de Transporte em Saúde (SETS), que transportava pacientes de Rubelita para tratamento em Montes Claros, se envolveu na batida com o veículo de carga, perto de Padre Carvalho




 (Rogeriano Cardoso/Especial para o EM )
Um grave acidente entre um micro-ônibus e uma  carreta matou pelo menos 14 pessoas e feriu outras dez, na manhã desta segunda-feira, no Norte de Minas Gerais. De acordo a assessoria de Comunicação CISRUN/SAMU Macro Norte, o veículo do Serviço de Transporte em Saúde (SETS), que levava pacientes de Rubelita para tratamento em Montes Claros, se envolveu na batida com o veículo de carga, na altura do km 361 da BR-251, a cerca de 30 metros trevo de entrada para a cidade de Padre Carvalho.

A batida frontal aconteceu por volta de 6h30 e os feridos foram encaminhados para hospitais de Salinas e Taiobeiras. Os que sofreram apenas escoriações foram atendidos pelos socorristas e levados de volta para a cidade de Rubelita nas ambulâncias da cidade. Todos os mortos estavam no micro-ônibus e o condutor da carreta, identificado como José Carlos Vieira, de 37 anos, ficou preso às ferragens. Consciente, ele foi resgatado pelo Samu e levado para Salinas.


 (Rogeriano Cardoso/Especial para o EM )
Funcionários da prefeitura de Rubelita disseram que o prefeito e alguns secretários já estão na BR-251, mas eles têm dificuldades para entrar em contato por telefone com as autoridades no local do acidente. Todas as providências cabíveis estão sendo tomadas. Bombeiros divulgaram os nomes dos mortos. Veja. 

No micro-ônibus viajavam 24 pessoas, além do motorista, que deixaram a cidade de Rubelita às 4h30. A batida aconteceu quando o grupo havia rodado cerca de 70 quilômetros de uma viagem total de 250. A SETS oferece o transporte para tratamento em Montes Claros nas manhãs de segunda e sexta-feira. 

Testemunhas disseram que o condutor da carreta perdeu o controle da direção e o veículo fez um “L” na pista, atingindo o micro-ônibus, que vinha na direção contrária. A carreta transportava um motor V8 que, pelo peso, pode ter potencializado o impacto da colisão, sem chance de o condutor do micro-ônibus desviar. O condutor do veículo menor morreu na hora.

Conforme nota do SAMU Macro Norte, o veículo que transportava os pacientes pertence à frota do Consórcio Intermunicipal de Saúde do Alto Rio Pardo – (Cisarp) e, o secretário executivo, Célio Brito, informou que “o veículo está com a manutenção e documentação em dia, o motorista é experiente e devidamente credenciado para conduzir o veículo, e explica que o ocorrido foi uma fatalidade”. O Cisarp deve divulgar a lista com os nomes dos ocupantes do micro-ônibus ainda nesta manhã. 


O acidente de hoje deixou a pequena Rubelita em estado de choque. Os moradores saíram de casa e viajaram para o local da tragédia para receber notícias de parentes, amigos e conhecidos. O velório das vítimas será coletivo, na Câmara Municipal, a partir de 16h. 

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) informou que a estrada não ficou totalmente interditada. O trânsito foi parcialmente fechado no sentido Montes Claros, mas não há registro de congestionamento. Os policiais montaram uma operação siga e pare para controlar o tráfego. 

Números

As autoridades tiveram dificuldades para apurar o número de vítimas pela manhã. Um dos fatores que contribuiu para o problema é o fato de o local ser de difícil acesso e não ter sinal telefônico ou de rádio, o que impede o contato com as pessoas que participaram do resgate.

No início da manhã, a Polícia Rodoviária Federal confirmava sete mortos no local e 12 vítimas levadas para o Hospital de Pronto-Socorro de Salinas. O boletim enviado pelo CISRUN/SAMU Macro Norte às 9h42 afirmava que 15 pessoas haviam morrido. Por volta das 11h50, a assessoria de comunicação informou que todos os corpos haviam sido retirados do veículo, confirmado 14 óbitos. No entanto, às 12h30, a assessoria do órgao corrigiu o número novamente para 15, pois ao passar as informações para a elaboração do balanço final, os bombeiros e socorristas do Samu não contaram uma pessoa que morreu ao dar entrada no hospital de Salinas e entraram em contato novamente para retificar a informação. O número foi corrigido novamente pelo órgão às 15h15, que confirmou 14 mortos.

Inicialmente também, o órgão havia confirmado que o micro-ônibus transportava 26 pessoas, conforme a lista que teria sido repassada pelo Cisarp. No entanto, eles souberam no fim da manhã que dois pacientes perderam a viagem nesta manhã e não embarcaram no veículo. 

Rodovia 

Segundo PRF, o trecho onde ocorreu a tragédia é uma curva com leve descida.  Conforme o Estado de Minas mostrou no domingo, a BR-251 é uma estrada com índices alarmantes. A via chegou a ser 45% mais mortal entre janeiro e setembro deste ano em comparação com o mesmo período do ano passado. Foram 48 óbitos neste ano contra 33 em 2012. A parte mais perigosa fica em Francisco Sá, no Norte de Minas.

Anastasia manifesta pesar

O governador Antonio Anastasia (PSDB) lamentou a morte das vítimas do acidente. “Em nome de todos os cidadãos de Minas Gerais, transmito minhas condolências e presto nossa solidariedade aos amigos e familiares das vítimas do acidente ocorrido nesta segunda-feira (25), na BR-251, nas proximidades do município de Padre Carvalho, no Norte de Minas, que tirou a vida de 14 cidadãos mineiros. O Governo de Minas se empenha em melhorar cada vez mais o Sistema Estadual de Transpor

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contador

Este blog possui atualmente:
Comentários em Artigos!
Widget UsuárioCompulsivo